Novidades

Nossos vizinhos da Guiana Francesa estão em greve geral

Todo apoio ao povo guianense em luta!

Que a luta se globalize!

A Guiana Francesa, departamento da França que fica no extremo nordeste da América do Sul, está no seu quarto dia de greve geral e de mobilização popular em todo o território. O movimento se iniciou com manifestações contra a insegurança no país e logo foi ganhando corpo com outras pautas que se relacionam com a situação de insegurança como o desemprego em massa, que atinge mais de 20% da população, e a situação de degradação na educação e nos hospitais.

A Guiana Francesa ainda vive em uma situação de tipo colonial. É um território francês e seus cidadãos possuem o status de cidadãos franceses, votam nas eleições e possuem representação no parlamento. Contudo, os índices sociais estão muito abaixo dos franceses que vivem na Europa: A expectativa de vida atualmente é 3 anos mais baixa do que na França Europeia; a taxa de mortalidade infantil é de 12,1 por mil nascidos vivos, contra 3,7; a taxa de desemprego supera os 20%; a pobreza é estimada em 60%; a taxa de criminalidade é superior a todos os territórios governados pela França; o índice de suicídio é muito elevado especialmente entre as populações aborígenes.

Tal situação de abandono do Estado francês ao longo de décadas tem feito a população reagir com força. As mobilizações possuem uma grande diversidade cultural. As marchas tem contado com comunidades indígenas e uma presença marcante da juventude, o que tem sido muito importante para se desfazer fortes preconceitos existentes. Constrói-se na luta um forte sentimento de unidade. Segundo Jan Malewski, membro do Bureau Executivo da IV Internacional, há avaliações de existência do despertar de uma nação.

greve geral guiana f

A União Geral dos Trabalhadores da Guiana (UGT, Union Générale des travailleurs Guyanais) declarou greve geral ilimitada e os movimentos tem feito barricadas e paralisações de todo tipo. Escolas e aeroportos paralisados; estradas e portos bloqueados; a decolagem de um foguete foi cancelada na última terça-feira, dia 28.

O NPA (Novo Partido Anticapitalista), partido de esquerda na França, tem apoiado e propagado as lutas da sociedade guianesa, reafirmando a luta pelo fim da colonização e pela autodeterminação dos povos. O povo da Guiana nos mostra que somente a mobilização do povo, em toda a sua diversidade cultural, é capaz de assumir o comando do seu próprio destino. A Guiana Francesa está em luta! Daqui do Brasil, enviamos toda nossa solidariedade. Que o destino da Guiana Francesa esteja nas mãos do seu povo! Que a luta se espalhe pela América Latina e contagie a construção da greve geral no Brasil diante de tantos ataques. A luta da classe trabalhadora e todxs xs oprimidos é internacional!

Coletivo Subverta!

parte da sessão da IV Internacional no Brasil

Fontes: militantes do NPA; entrevista por Fabien Canavy, vice-secretário do MDES (Mouvement pour la décolonisation et l’émancipation sociale) ao site do NPA

Fotos: NPA; portal uol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: